As instalações desportivas

Em Portugal, temos hoje, uma já grande variedade de instalações desportivas com diferentes tipologias, diferentes graus de funcionalidade, diferentes modelos de funcionamento e principalmente com diferentes índices de valor custo por utilizador/utilização.
 

Conceber e gerir instalações desportivas

Quando tratamos de instalações desportivas equacionamos as questões referentes ao seu projeto, concepção, construção e gestão.
 

Normativos sobre piscinas

Estas instalações desportivas, complexas ao nível da sua construção, manutenção e gestão, são extremamente populares e numerosas no nosso país. 
 

A piscina pública


Estas instalações desportivas, complexas ao nível da sua construção, manutenção e gestão, são extremamente populares e numerosas no nosso país.
 

As piscinas

A Fédération Internationale de Natation (FINA) é o organismo que mundialmente é responsável pela natação, mergulho, polo aquático, natação sincronizada e natação em águas abertas.
 

Campo de mini-golfe

O minigolfe está regulamentado pela Federação Portuguesa de Minigolfe e internacionalmente pela World Minigolf Sport Federation (WMF) e a nível europeu pela European Minigolfsport Federation (EMF).
 

CAR

Os complexos desportivos são instalações desportivas organizadas para proporcionar uma diversidade de oferta de prática desportiva.
 Habitualmente associamos os complexos desportivos a um conjunto de grandes instalações desportivas, normalmente propriedade pública (estado ou autarquia) com polivalência de utilização.
 

Centro de treino

Os complexos desportivos organizados para corresponder às necessidades de uma organização e direcionados para uma modalidade desportiva, chamam-se em regra: centros de treino, centros de estágio ou academias.
 

Complexos desportivos

Os complexos desportivos são compostos por instalações desportivas organizadas para proporcionar uma diversidade de oferta de prática desportiva.
 

Construir relvados artificiais desportivos

Um relvado desportivo integrado nos chamados grandes campos de jogos, poderá ser construído tendo como “pavimento desportivo”, i.e. a superfície onde se pratica a modalidade desportiva, uma relva natural ou uma relva artificial (sintética).
 

Vantagens do relvado sintético

 
Quando falamos em relvados sintéticos, importa relembrar que a evolução leva-nos neste momento aos relvados sintéticos de terceira geração.
 

Pavilhões desportivos

Os pavilhões para uso desportivo são instalações desportivas que devem reunir um conjunto de caraterísticas muito específicas.
 

Sala de fitness numa instalação desportiva (ID)

O equipamento para um centro de fitness, ou dizendo de outra forma, para uma sala de apoio a uma instalação desportiva que se destine ao treino e melhoria da condição física deve ser pensado através de cinco premissas:
 

Instalações para desportos de raquetes

Diferentes tipos de instalações específicas para desportos de raquetes. Observe-se os equipamentos e organização espacial.
 

Salas para ginástica

Diferentes tipos de salas específicas para desportos gímnicos. Observe-se os equipamentos e organização espacial.
 

Salas para escalada

Diferentes tipos de salas específicas para escalada e atividades afins. Observe-se os equipamentos, questões de segurança e organização espacial e funcional. Especial atenção para as instalações dedicadas à escalada no gelo.
 

Salas para desportos de combate

Diferentes tipos de salas específicas para desportos de combate. Observe-se os equipamentos e organização espacial.
 

Para boxe!

 Consoante as decisões tomadas ao nível do que desejamos que aconteça na fase de utilização/exploração da infraestrutura desportiva, teremos então decisões importantes que, em fase de projeto, são facilmente alteradas com custos reduzidos, ao contrário de decisões erradas derivadas de erros conceptuais que, quando concretizadas na fase de construção/execução, terão custos elevados e consequências negativas.
 

Salas de boxe

A construção e utilização de salas específicas para boxe:
 

Velódromos

Os velódromos, instalações específicas para corridas de ciclismo indoor: individual, por equipas, contra-relógio, de perseguição.